Publicado por: RF | Maio 23, 2011

Thor

Confesso que não esperava muito de um super-herói com uma capa vermelha e um martelo. Não conhecia a BD, aliás, não sabia praticamente nada sobre esta personagem. Fui ver o filme e, devido a algumas vicissitudes que não interessam para aqui, fui vê-lo duas vezes. Uma delas em 3D. Thor mistura o universo dos super-heróis com a mitologia nórdica, e o filme tem o cuidado de nos explicar os antecedentes da personagem. Mantendo um equilíbrio entre a acção e a história envolvente, vamos compreendendo o universo em que a personagem é criada, e ao mesmo tempo a sua evolução. Thor (Chris Hemsworth) é o futuro rei de Asgard, mas é demasiado mimado, orgulhoso e um guerreiro que venera o campo de batalha em vez da paz,  qualidades que o pai, Odin (Anthony Hopkins) rejeita, o que culmina com o exílio de Thor na terra. Aqui, despojado dos seus poderes, é obrigado a integrar-se e sobrevive à custa de novos amigos, um grupo de investigação astrofísica, composto por Jane (Natalie Portman), Erik (Stellan Skarsgard), e Darcy (Kat Dennings). A partir daqui a fórmula não é nova. Estes novos amigos de Thor tem dificuldade em acreditar em quem ele diz ser, mas aos poucos, enquanto vão chegando ameaças que põem em causa a segurança na terra, vão percebendo que tudo o que diz é verdade. Por outro lado esta jornada torna Thor um pouco mais humilde, contribuindo para o seu crescimento enquanto pessoa, preparando-o melhor para suceder ao pai. Thor, o filme, não tem a profundidade de Dark Knight, ou Watchmen, mas é um filme de super-heróis que cumpre o que lhe é pedido: Coerência, entretenimento, um argumento justo, que não ambiciona demasiado, e talvez por isso funcione bem. Se todas as adaptações do universo dos Comics fossem como esta já era muito bom. Aguardamos por Thor no filme Avengers, já para o ano. Aproveitando o facto de ter visto as duas versões de Thor, admito que não sou fã do 3D, as legendas são um problema, e em certos planos os actores parecem mais bonecos, e os cenários maquetas do que realidade. Posso dizer que a única parte que valeu mesmo a pena ver em 3D foram os créditos finais. E por falar em créditos finais, não se esqueçam que há filme para além deles.

Curiosidade: Thursday (quinta-feira) vem de Thor’s Day

Classificação – 4

Anúncios

Responses

  1. Se calhar vou ponderar e vou ver o filme…. =)


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: